Grof® Breathwork (respiração holotrópica)

O Grof® Breathwork é uma técnica que conduz à autoexploração, autodescoberta, transformação e cura, possibilitando integrar insights da moderna pesquisa de consciência, antropologia, psicologia transpessoal, as demais áreas da psicologia, práticas espirituais orientais e tradições místicas do mundo.

Stanislav Grof e Christina Grof desenvolveram a respiração holotrópica e, desde 1976, eles têm usado essa abordagem em workshops nas Américas do Norte e Sul, Europa, Austrália e Ásia. Stanislav Grof, M.D., Ph.D., é um dos fundadores e principais teóricos da Psicologia Transpessoal, que há mais de 60 anos trabalha com a pesquisa moderna da consciência, e Christina Grof, Ph.D., foi professora, autora e fundadora do Spiritual Emergence Network.

Christina e Stanislav Grof

Christina e Stanislav Grof

O Grof® Breathwork (respiração holotrópica) utiliza, basicamente, a respiração mais acelerada e profunda, a música evocativa e o trabalho corporal localizado, quando necessário, para liberação da energia bloqueada. Tais recursos levam os participantes a acessarem um grupo especial de estado incomum de consciência, denominado por Stan Grof de holotrópico que é uma nova palavra (neologismo) composta de duas palavras gregas – holos, que significa inteiro e trepo / trepein, que significa mover-se em direção a ou ser atraído por algo. Holotrópico é uma palavra nova, mas está relacionada ao termo comumente usado heliotropismo – a propriedade das plantas de sempre se moverem na direção do sol. Os estados holotrópicos de consciência representam um denominador comum para fenômenos importantes na saúde e nos trantornos emocionais da psique humana.

O Grof® Breathwork facilita o acesso, através dos estados holotrópicos de consciência, a todos os níveis da experiência humana: o nível biográfico, o perinatal (relacionado ao trauma do nascimento) e um amplo espectro do nível transpessoal, que compreende as memórias ancestrais, raciais, coletivas e filogenéticas, as experiências cármicas e a dinâmica arquetípica, e portanto, a profundas raízes psicoespirituais de distúrbios emocionais e psicossomáticos.

Realizado em um ambiente seguro, especialmente preparado para a prática, os facilitadores qualificados se comportam e agem num clima de respeito, sem críticas e interpretações, apoiando os participantes a vivenciarem a sua experiência interna, incentivando a confiança em seus processos, convidando-os, posteriormente, à arterapia e ao compartilhar das experiências, para auxiliar a integração dos seus processos.

Nas sessões experienciais, os participantes trabalham em duplas, alternando os papéis de respirante e de acompanhante. Os participantes, imbuídos dos seus processos, recebem e dão apoio, sem que haja interferência direta nos processos individuais.

A expressão contida e reprimida das emoções não elaboradas pode ser expressada, libertando o participante do seu próprio padrão, ao cumprir o seu potencial de ser cada vez mais consciente, reorganizando a sua estrutura física, psíquica e espiritual, integrando estes conteúdos, num novo estágio evolucionário da psique.

Outras formas de expressão são elaboradas através do desenho de mandalas e do compartilhar de experiências. Esses elementos, somados aos demais integrantes da técnica, auxiliam na elaboração e integração dos conteúdos do processo de cada participante.

Fora das sessões de respiração e compartilhamento de experiências, o trabalho pode ser combinado com várias formas de autoexploração para aprofundar a integração. Esses componentes de um workshop ou programa devem ser nomeados separadamente; por exemplo, pintura, dança, jogo de areia, terapia Gestalt, constelação familiar, astrologia etc. Se essas experiências adicionais fizerem parte de uma oficina ou programa, será importante não impor interpretações às experiências de outras pessoas. É importante deixar a autoridade sobre a verdade da experiência com o respirante.

Indicação de livros que descrevem sobre a teoria e prática da Respiração Holotrópica:

__ Grof, S. ; Grof, C. 2011. Respiração Holotrópica: Uma Nova Abordagem de Autoexploração e Terapia. Rio de Janeiro: Numina.
__ Grof, S. 1988. Além do Cérebro. São Paulo: Editora McGraw-Hill.
__ Grof, S. 1997. A Aventura da Autodescoberta. São Paulo: Summus Editorial.
__ Grof, S. 2000. Psicologia do Futuro. Niterói, RJ: Editora Heresis.
__ Grof, S. 2015. Cura Profunda: A Perspectiva Holotrópica. Rio de Janeiro, RJ: Numina.
__ Grof, S. 2019. The Way of the Psychonaut, Vols. I, II, CA, USA: MAPS.
__ Taylor, K. 1994. The Breathwork Experience – Exploration and Healing in Nonordinary States of Consciousness. CA, USA: Hanford Mead Publishers.
__ Taylor, K. 2003. Exploring Holotropic Breathwork, Selected Articles from a Decade of The Inner Door. CA, USA: Hanford Mead Publishers. Este livro é uma referência para pesquisa, pois contém 144 artigos, escritos por 85 autores de várias partes do mundo, que compartilham suas experiências, observações, teorias e pesquisas na área.
__ Taylor, K. 2008. Considering Holotropic Breathwork, CA, USA: Hanford Mead Publishers.
__ Taylor, K. 2007. The Holotropic Breathwork Facilitators Manual, CA, USA: Hanford Mead Publishers.

Quem poderá participar

As pessoas que buscam um aprofundamento da consciência corporal, psicológica, espiritual e suas consequências, ou seja, autodescoberta, transformação, cura e desenvolvimento da criatividade.

O Grof® Breathwork não substitui a psicoterapia, mas aprofunda o processo psicoterapêutico.

Ela pode funcionar como um importante instrumento de ajuda ao Transtorno de Estresse Pós-Traumático, aos Transtornos Emocionais e Psicossomáticos, ou seja, às pessoas estressadas, com fobias, ansiedade, depressão, e, ainda, aos dependentes químicos e psicológicos.

Além disso, pode ser utilizada em pessoas que sofreram situações de abuso ou que estão bloqueadas em seu próprio processo criativo ou psíquico.

Contraindicações

É contraindicada para pessoas com doenças vasculares e cardiovasculares, hipertensão severa, glaucoma, diabetes, doenças contagiosas agudas, cirurgias recentes (cada caso pode ser avaliado), doenças mentais complicadas, epilepsia e gravidez.

Em Eventos, veja a Agenda do Grof® Breathwork (respiração holotrópica), com Álvaro e Dora Veiga Jardim.

Álvaro e Dora Jardim

Álvaro e Dora Jardim

pt_BR